ARTIGO DE: RAUL CARNEIRO GOMES, MARIA ELISA ZANELLA, VLÁDIA PINTO VIDAL DE OLIVEIRA. ANÁLISE DAS CARACTERÍSTICAS CLIMÁTICAS DO MUNICÍPIO DE TAUÁ-CE/BRASIL

ARTIGO DE: RAUL CARNEIRO GOMES, MARIA ELISA ZANELLA, VLÁDIA PINTO VIDAL DE OLIVEIRA. ANÁLISE DAS CARACTERÍSTICAS CLIMÁTICAS DO MUNICÍPIO DE TAUÁ-CE/BRASILraul 03Raul Carneiro Gomes, Maria Elisa Zanella, Vládia Pinto Vidal de Oliveira.

Resumo

A compreensão da dimensão climática destaca-se como uma estratégia para a geração de cenários tendenciais seguros para a sociedade humana. No contexto semiárido do Nordeste brasileiro, o entendimento das características e das dinâmicas atmosféricas emerge como uma estratégia basilar para o planejamento e para o desenvolvimento da região. No entanto, os trabalhos que versam sobre a temática são escassos e/ou tratam de espaços comuns, geralmente nas grandes cidades, ou onde há um banco de dados e informações consolidadas. Por isso, os municípios do interior nordestino raramente são alvos de pesquisas científicas, o que dificulta a análise das particularidades e oscilações climáticas nos sertões. Desta maneira, este trabalho objetivou analisar as características climáticas e sua dinâmica no município de Tauá-CE/Brasil. Para isso, fez-se o levantamento bibliográfico e geocartográfico, bem como a coleta e o tratamento dos dados da estação meteorológica automática do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), presente no município. Em seguida, os dados e informações obtidos foram analisados integradamente. Isso indicou e fundamentou as seguintes considerações: 1) as características climáticas de Tauá estão em consonância com os demais setores semiáridos do Nordeste; 2) o fortalecimento ou enfraquecimento do Anticiclone do Atlântico Sul (ASAS) é crucial para determinar anos secos ou chuvosos. Ademais, detectou-se que os sistemas atmosféricos, os quais mais causam precipitações em Tauá são a Zona de Convergência Intertropical e os Vórtices Ciclônicos de Altos Níveis. Notou-se que as temperaturas médias mensais decrescem no verão e no outono, provavelmente devido à obliteração que as nuvens do período chuvoso causam na insolação. Contudo, a amplitude térmica é baixa, dada a sua localização geográfica próxima à linha do equador. Por fim, o período seco e com maior insolação é provocado pela ausência de sistemas atmosféricos causadores de chuva e pelo fortalecimento do ASAS, formador da Massa Equatorial Atlântica.

raul 02 raul 04 raul 05 raul 06 raul 07 raul 08 raulRaul Carneiro Gomes em trabalho de campo.

Palavras de agradecimento do Independênciano Raul Carneiro.

Estou muito feliz hoje porque, depois de dois anos de análises e ajustes, finalmente nosso artigo sobre a caracterização climática de Tauá-CE foi publicado pelo Boletim de Geografia (A2). Eu recomendo a leitura deste artigo para quem tem interesse em aprender um pouco mais sobre a dinâmica e as características do climáticas de Tauá. Contudo, as questões discorridas podem ser extrapoladas para alguns municípios adjacentes, como Independência-CE. Cabe destacar, que este artigo é um legado de um trabalho coletivo que envolveram várias mentes (Elisa Zanella e Vládia Oliveira) e sugestões de muitos amigos, como Lucas Soares, Marinete Leite e Alan Allan Rodolfo Calaça, entre outros. Obrigado a todos que colaboraram gentilmente para a construção deste trabalho.

Palavras-chave

Semiárido. Clima. Nordeste. Inter-relação.

Texto completo:

PDF

DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v35i2.31677

Bookmark and Share

ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br

http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/BolGeogr/article/view/31677

Postado por Marcela Torres Teixeira.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*