ARTIGOS

“É impossível não sentir vergonha da profissionalização da corrupção no Brasil”. Crônica: Professora Cacilda Sales.

cacilda Sales

“É impossível não sentir vergonha da profissionalização da corrupção no Brasil”. Crônica: Professora Cacilda Sales.Ouvi e me senti perdida, ate me emocionei, por que senti como vai ser difícil os brasileiros decidirem livrarem-se dessa prática institucionalizada no caráter do nosso povo que, começa como se o jeitinho conhecido como brasileiro e os pequenos delitos do não cumprimento das leis e ...

Leia mais »

Para refletir! Independência: Anos 80, memorável e próspero.Ricardo Assis.

banco

Para refletir! Independência: Anos 80, memorável e próspero. Ricardo Assis.Foram anos de prosperidade e movimento culturais em Independência, os anos 80 memorável, a cidade tinha movimentos culturais todos os finais de semana. Tínhamos quatro clubes de bailes (tertúlias) que eram Juazeiro, Kactus, Churrascaria Santana e o Criança era diversão garantida com muita ingenuidade. Não havia esse medo de assalto e ...

Leia mais »

Memórias memoráveis: GTEF (Grupo Teatral Enock Fonsêca)

enock

Memórias memoráveis: GTEF (Grupo Teatral Enock Fonsêca)Quando eu cheguei a Independência em 1976, o prefeito da cidade era uma mulher. A primeira e única na história do município: Guiomar Machado Portela. No final desse mesmo ano, o Sr. Valdemar Vieira Coutinho, foi eleito prefeito da Porronca e ficou por seis anos no poder. Então em 1978, quando fundei o GTEF, ...

Leia mais »

Catálogo da arte brincante

flavio-paiva

No município de Pindoretama, a 60 quilômetros de Fortaleza, pelo sentido leste da cidade, existe um lugar cheio de encantamentos e maravilhas. Seres e brinquedos fantásticos, que as crianças adoram, vivem e se reproduzem ali, dentro de uma pequena mata onde há uma ‘redemoinhosa’ trilha de Saci Pererê, e onde fica a oficina, a morada e o museu do artista ...

Leia mais »

Festejos de Independência, 2017

prof-alves

Mais uma vez, estivemos na cidade de Independência durante os festejos da padroeira, Nossa Senhora Santana. Mais uma vez queria agradecer a receptividade daqueles que nasceram na simpática Porronca para com este, que só teve o prazer de adotar essa calorosa cidade, no sentido de afetuosa, como sua terra natal. Mais uma vez estivemos percorrendo as ruas da cidade e ...

Leia mais »