Emoção e orgulho marcam formatura em Crateús

Emoção e orgulho marcam formatura em CrateúscolaçãoO orgulho pela profissão escolhida e pela formação que receberam deu a tônica dos discursos que os concludentes apresentaram na cerimônia de formatura realizada na última sexta-feira (10), no campus de Crateús. Na ocasião, foi realizada a Certificação dos cursos técnicos em Edificações, Agropecuária e Química e de Colação de Grau do bacharelado em Zootecnia (semestre 2017.1).

A solenidade se revestiu com uma aura de emoção intensificada pelos relatos dos concludentes, como também nas expressões do público, formado sobretudo pelos familiares dos alunos, além dos servidores do instituto.

A concludente Valdeni Ribeiro Peres, da primeira turma de Zootecnia do campus, lembrou o enfrentamento de desafios que amplificam o sabor da conquista do tão sonhado dia da formatura. “Para muitas pessoas pode até parecer um dia qualquer de festa, mas para quem se prepara e enfrenta dificuldades é uma vitória imensa, sem mencionar a sensação de dever cumprido”, frisou.

Valdeni é filha única do agricultor Antônio Peres de Oliveira (68 anos), cuja trajetória de vida se deu na luta pela sobrevivência no campo, desde os 12 anos de idade. Para ele, a felicidade pela vitória da filha se amplifica em razão de uma escolha relacionada com a própria história da família. “Hoje em dia um pobre formar uma filha é muito difícil, mas Deus me deu tanta força que eu trabalhei muito para chegar ao objetivo que ela queria e que nós queríamos também”, avalia.

A importância que a solenidade detém na vida dos concludentes se expressa na alegria de verem o brilho nos olhos de entes queridos com quem compartilham essa felicidade – e, sobretudo na certeza de novas perspectivas que se abrem, conforme relata Rutilene Teles Cardoso, do técnico em Edificações: “Nossas vidas são feitas de degraus e eu tive a oportunidade de subir mais um e através desse degrau eu vou poder conquistar várias outras coisas: entra no mercado de trabalho, adquirir novos conhecimentos, ampliar o ciclo de amizade, conquistar mais objetivos”.

Paciência e compreensão

A cerimônia teve à frente a professora Paula Cristina Soares Beserra, diretora geral do campus de Crateús, que destacou o papel que os alunos desempenharam na construção da história do campus. Ela lembrou os desafios que tiveram que enfrentar junto com os servidores do campus para consolidar os objetivos da instituição mesmo com a estrutura ainda embrionária que o campus detinha em seus primeiros anos. “Vocês foram bravos e bravas guerreiras que acreditaram nesta instituição, tiveram a paciência, tiveram a compreensão e, por isso, o nosso muito obrigado”, ressaltou.

Além da diretora geral do Campus, compuseram a mesa para a solenidade a servidora Laurismar Bezerra (diretora de Ensino em Exercício do campus) e os professores Aglodualdo Júnior (coordenador e paraninfo do curso técnico em Agropecuária), Fausto Faustino (coordenador do curso técnico em Edificações), Jefferson Saraiva (coordenador do curso técnico em Química), Fabrízia Medeiros (Coordenadora do Bacharelado em Zootecnia), Márcia Morais (paraninfa do técnico em Edificações), Marcella de Sousa (paraninfa do técnico em Edificações) e Tony Andreson (paraninfo do bacharelado em Zootecnia).

 

O evento prestigiou, como patronos e homenageados das turmas concluintes, os professores Liandro Torres, Tony Andreson e Neilo Ricardo (Agropecuária); George Farias e Levi Teixeira (Edificações); Alexandre Carreira e Jefferson Ferreira (Química); e Joaquim Batista (Zootecnia).

Primeira turma de Zootecnia

Implantado em 2012, o curso de Zootecnia do campus de Crateús formou, nessa cerimônia, a sua primeira turma, entregando à sociedade doze novos profissionais na área. O curso é reconhecido pelo MEC (nota 4, numa escala de 1 a 5), com duração de cinco anos.

Para a professora Fabrízia Medeiros, coordenadora do curso, a oportunidade de acompanhar boa parte do crescimento profissional e humano desses alunos torna o significado desse momento mais especial ainda: “Hoje quando eu vejo homens e mulheres saindo desse campus como zootecnistas isso é um prazer muito grande pra mim”.

Matemática e Letras

A colação de grau dos alunos dos cursos de Matemática e Letras que também concluíram no período 2017.1 só será realizada em janeiro de 2018, tendo em vista que eles foram selecionados para realizar o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) ainda este ano. Contudo, eles podem se dirigir à Coordenadoria de Controle Acadêmico (CCA) para receber declaração, caso necessitem para participarem de processos seletivos diversos.

Elinaldo Rodrigues – Campus de Crateús

http://sertoesdecrateus.com.br/2017/11/13/emocao-e-orgulho-marcam-formatura-em-crateus/

Postado  por Marcela Torres Teixeira

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*